GRADUAÇÃO
SAIBA MAIS SOBRE O CURSO OFERENCIDO PELA FAAG
ENGENHARIA DE PRODUÇÃO





Portaria Ministerial
O curso de Engenharia de Produção, foi autorizado por UNANIMIDADE pelos Relatores do MEC.

Autoriza√ß√£o Ministerial atrav√©s da portaria n¬ļ 108 de 02 de Fevereiro de 2010.

Reconhecimento atrav√©s da portaria de n¬ļ 868 de 09 de Novembro de 2015.

Coordenação
Rodrigo Fantini
Mestre em Engenharia de produ√ß√£o com √™nfase em estrat√©gia em opera√ß√Ķes e sistemas pela Universidade Estadual Paulista J√ļlio de Mesquita Filho. Possui gradua√ß√£o em Engenharia de Produ√ß√£o pela Universidade Estadual Paulista J√ļlio de Mesquita Filho.
Entre em contato com o Coordenador através do email: rodrigo.fantini@faag.com.br

O Curso
O curso de Eng. de Produção oferece 50 vagas no período matutino e mais 50 vagas no período noturno. Seu regime de matrícula é seriado semestral.

Sua duração é equivalente a 5 (cinco) anos, correspondente a uma carga horária de 4.120 h/a.

Perfil Profissional
A Engenharia de Produ√ß√£o dedica-se √† concep√ß√£o, melhoria e implementa√ß√£o de sistemas que envolvem pessoas, materiais, informa√ß√Ķes, equipamentos, energia e o ambiente. Ela √© uma engenharia que est√° associada √†s engenharias tradicionais, por√©m, um pouco menos tecnol√≥gica, mas n√£o deixando de ser, na medida que √© mais abrangente e gen√©rica, englobando um conjunto maior de conhecimentos e habilidades, para que utilizando-se desse conhecimento especializado em matem√°tica, f√≠sica e ci√™ncias sociais, em conjunto com an√°lise e projeto de engenharia, ela possa especificar, prever e avaliar os resultados obtidos por tais sistemas.

De modo geral, a Engenharia de Produ√ß√£o, ao enfatizar as dimens√Ķes do produto e do sistema produtivo, encontra-se com as id√©ias de projetar produtos, viabilizar produtos, projetar sistemas produtivos, viabilizar sistemas produtivos, planejar a produ√ß√£o, produzir e distribuir produtos que a sociedade valoriza. Essas atividades, tratadas em profundidade e de forma integrada por esta engenharia, s√£o de grande import√Ęncia para a eleva√ß√£o da competitividade do pa√≠s.

Os aspectos relacionados √† gest√£o dos sistemas produtivos vieram a ser a base tecnol√≥gica pr√≥pria da Engenharia de Produ√ß√£o. Com as recentes mudan√ßas estruturais e organizacionais desses sistemas de produ√ß√£o e a evolu√ß√£o dos cursos de Engenharia de Produ√ß√£o, os profissionais egressos desta modalidade t√™m se mostrado tamb√©m, h√°beis empreendedores e capazes de atuar nas mais diversas organiza√ß√Ķes da sociedade.

O perfil do Engenheiro de Produ√ß√£o pressup√Ķe esp√≠rito cr√≠tico, criatividade e consci√™ncia em rela√ß√£o √† sua atua√ß√£o t√©cnica, pol√≠tica, econ√īmica e social. Pois bem, ele vem se mostrando um profissional vers√°til, considerando a interdepend√™ncia entre os v√°rios segmentos empresariais, levando em considera√ß√£o o desenvolvimento de novas m√°quinas, novos processos de produ√ß√£o e sua manuten√ß√£o, agindo no sentido de planejar, orientar, supervisionar, inspecionar e controlar a produ√ß√£o de bens e servi√ßos, elaborar, executar e acompanhar projetos buscando a otimiza√ß√£o dos sistemas produtivos. Outro aspecto observado neste profissional √© a capacidade de adapta√ß√£o r√°pida em diferentes fun√ß√Ķes, praticadas em ambientes altamente competitivos.

Campo de Atuação
- √Ārea de Tecnologia da Informa√ß√£o, na implanta√ß√£o de sistemas de TI;
- √Ārea de opera√ß√Ķes, envolvendo a distribui√ß√£o dos produtos, controle dos suprimentos, etc.;
- √Ārea de gest√£o agro-industrial, gest√£o da manuten√ß√£o, automa√ß√£o industrial, etc.;
- √Ārea financeira, incluindo o controle financeiro, controle de custos, an√°lise de investimentos, etc.;
- √Ārea de log√≠stica, incluindo o uso e desenvolvimento de sistemas de roteamento, gest√£o e controle de frotas, etc.;
- √Ārea de marketing, tratando do planejamento e desenvolvimento de novos produtos, incluindo a utiliza√ß√£o de m√©todos estat√≠sticos avan√ßados destinados ao estudo de mercado etc.;
- √Ārea de planejamento, abrangendo os setores estrat√©gico, produtivo, financeiro, etc.
- √Ārea de ergonomia, engenharia de seguran√ßa, organiza√ß√£o do trabalho, engenharia de m√©todos, etc.;
- √Ārea de gest√£o econ√īmica, engenharia econ√īmica, gest√£o de custos e/ou investimentos, etc.
- √Ārea de engenharia da qualidade, incluindo controle estat√≠stico de qualidade, projeto de experimentos, metodologia seis sigma, regress√£o e correla√ß√£o.