GRADUAÇÃO
SAIBA MAIS SOBRE O CURSO OFERENCIDO PELA FAAG
LETRAS











Portaria Ministerial
Autoriza√ß√£o Ministerial atrav√©s da portaria de n¬ļ 599, de 29/10/2014, publicada no DOU em 30/10/2014.

Coordenação
Ant√īnia Aparecida Flores Saggioro
Co-autora do Livro Estudos de recep√ß√£o: leituras e releituras, possui gradua√ß√£o em Letras L√≠ngua Portuguesa (1993), gradua√ß√£o Letras L√≠ngua Portuguesa Ingl√™s (1994), Especialista em Teoria e Cr√≠tica Liter√°ria e Mestrado em Letras (2011). Est√° na √°rea acad√™mica desde 2003, ministrando aulas nos Cursos de Pedagogia, Administra√ß√£o, Engenharia de Produ√ß√£o, Ci√™ncias Cont√°beis, Curso Superior de Tecnologia em Log√≠stica e Curso Superior de Tecnologia em Gest√£o de Recursos Humanos. √Č membro atuante de v√°rios √≥rg√£os colegiados da Faculdade de Agudos. Entre eles o Conselho de Curso, Conselho de Ensino Pesquisa e Extens√£o (CONSEPE) e do N√ļcleo Docente Estruturante. Atua tamb√©m na Educa√ß√£o B√°sica como professora de Reda√ß√£o e Literatura.
Entre em contato com a Coordenação através do email: tuca.flores@faag.com.br

O Curso
O curso de Letras da FAAG é uma Licenciatura Plena que atende á legislação vigente. Tem como bases legais:
‚Äʬ†Lei de Diretrizes e Bases da Educa√ß√£o Nacional ‚Äď Lei N¬ļ 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educa√ß√£o Nacional;
‚Äʬ†Parecer CNE/CES n¬ļ 492, de 3 de abril de 2001, que aprova as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Arquivologia, Biblioteconomia, Ci√™ncias Sociais - Antropologia, Ci√™ncia Pol√≠tica e Sociologia, Comunica√ß√£o Social, Filosofia, Geografia, Hist√≥ria, Letras, Museologia e Servi√ßo Social;
‚Äʬ†Parecer CNE/CES n¬ļ 1.363, de 12 de dezembro de 2001,
retifica o Parecer CNE/CES n.¬ļ 492, de 3 de abril de 2001, que aprova as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Arquivologia, Biblioteconomia, Ci√™ncias Sociais - Antropologia, Ci√™ncia Pol√≠tica e Sociologia, Comunica√ß√£o Social, Filosofia, Geografia, Hist√≥ria, Letras, Museologia e Servi√ßo Social;
‚Äʬ†Resolu√ß√£o CNE/CP n¬ļ 01, de 18 de fevereiro de 2002, institui Diretrizes Curriculares ¬†Nacionais para a Forma√ß√£o de Professores da Educa√ß√£oB√°sica, em n√≠vel superior, curso de licenciatura, de gradua√ß√£o plena;
‚Äʬ†Resolu√ß√£o CNE/CP n¬ļ 02, de 19 de fevereiro de 2002, que institui a dura√ß√£o e a carga hor√°ria dos cursos de licenciatura, de gradua√ß√£o plena, de forma√ß√£o de professores da Educa√ß√£o B√°sica em n√≠vel superior;
‚Äʬ†Parecer CNE/ CES n¬ļ 228, de 04 de agosto de 2004;
‚Äʬ†Resolu√ß√£o CNE/CES n¬ļ 18, de 13 de mar√ßo de 2002, que estabelece as Diretrizes Curriculares para os cursos de Letras;
‚Äʬ†Parecer CNE/CES n¬ļ 83/2007, aprovado em 29 de mar√ßo de 2007, consulta sobre a estrutura√ß√£o do curso de Licenciatura em Letras, tendo em vista as Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Gradua√ß√£o em Letras e para a Forma√ß√£o de Professores;
‚Äʬ†Resolu√ß√£o CNE/CP n¬ļ 1, de 18 de mar√ßo de 2011, que estabelece diretrizes para a obten√ß√£o de uma nova habilita√ß√£o pelos portadores de Diploma de Licenciatura em Letras.
Carga Hor√°ria: 2.880 horas
Duração do Curso: 03 anos

Objetivo
O curso tem como objetivos gerais a forma√ß√£o de professores do Ensino Fundamental e M√©dio capacitados para o ensino de portugu√™s e das literaturas de l√≠ngua portuguesa, bem como para o desenvolvimento de pesquisas na √°rea de sua atua√ß√£o. Visa, principalmente, a formar profissionais interculturalmente competentes, capazes de lidar de forma cr√≠tica com as linguagens, especialmente a verbal, nos contextos oral e escrito, e conscientes de sua inser√ß√£o na sociedade e das rela√ß√Ķes com o outro, e tamb√©m capazes de articular, convenientemente, as realidades hist√≥rico-culturais e hist√≥rico-sociais da comunidade na qual est√£o inseridos, conscientes de seu papel de educador e orientador, que al√©m da base espec√≠fica consolidada, esteja apto a atuar, interdisciplinarmente, em √°reas afins. Dever√° ter, tamb√©m, a capacidade de resolver problemas, tomar decis√Ķes, trabalhar em equipe e comunicar-se dentro da multidisciplinaridade dos diversos saberes que comp√Ķem a forma√ß√£o em Letras. O profissional de Letras dever√°, ainda, estar compromissado com a √©tica, com a responsabilidade social e educacional, e com as consequ√™ncias de sua atua√ß√£o no mundo do trabalho. Finalmente, dever√° ampliar o senso cr√≠tico necess√°rio para compreender a import√Ęncia da busca permanente da educa√ß√£o continuada e do desenvolvimento profissional.

Pretende-se construir um Curso de Letras com competência, voltado para os verdadeiros interesses da sociedade, a partir de uma política educacional capaz de transformá-la em uma sociedade mais livre, mais igual, mais justa e, afinal, mais humana, sem perder de vista os princípios definidos na LDB e também nas Diretrizes Curriculares para os Cursos de Letras, que enfatizam o desenvolvimento do entendimento do homem e do meio em que vive, através da comunicação do saber pelo ensino e outras formas de comunicação, que contribuirá para o desenvolvimento das seguintes competências e habilidades:
‚ÄĘ dom√≠nio do uso da l√≠ngua portuguesa e conhecimento de uma l√≠ngua estrangeira, nas suas
manifesta√ß√Ķes oral e escrita, em termos de recep√ß√£o e produ√ß√£o de textos;
‚ÄĘ reflex√£o anal√≠tica e cr√≠tica sobre a linguagem como fen√īmeno psicol√≥gico, educacional, social, hist√≥rico, cultural, pol√≠tico e ideol√≥gico;¬†
‚ÄĘ vis√£o cr√≠tica das perspectivas te√≥ricas adotadas nas investiga√ß√Ķes ling√ľ√≠sticas e liter√°rias, que fundamentam sua forma√ß√£o profissional;¬†
‚ÄĘ prepara√ß√£o profissional atualizada, de acordo com a din√Ęmica do mercado de trabalho;¬†
‚ÄĘ percep√ß√£o de diferentes contextos interculturais; utiliza√ß√£o dos recursos da inform√°tica;¬†
‚ÄĘ dom√≠nio dos conte√ļdos b√°sicos que s√£o objeto dos processos de ensino e aprendizagem no ensino fundamental e m√©dio;¬†
‚ÄĘ dom√≠nio dos m√©todos e t√©cnicas pedag√≥gicas que permitam a transposi√ß√£o dos conhecimentos para os diferentes n√≠veis de ensino.

O curso de Letras da Faculdade de Agudos ¬†visa formar profissionais capazes de tomar decis√Ķes quanto aos objetivos, m√©todos, conte√ļdos e t√©cnicas adequadas ao emprego da literatura e da L√≠ngua como objeto simb√≥lico e hist√≥rico, al√©m de aplicar as teorias liter√°rias e lingu√≠sticas de forma pr√°tica e √©tica. Como a Faculdade j√° possui um curso de forma√ß√£o de professores: Pedagogia, o curso de Letras pretende aproveitar a viv√™ncia desse curso, bem como a experi√™ncia dos profissionais que atuam na Faculdade, para enriquecer e aprimorar o curr√≠culo de Letras, estabelecendo uma troca constante de conhecimentos cient√≠ficos, culturais e pedag√≥gicos.

O corpo docente do curso é formado por professores titulados, doutores e mestres, com experiência profissional muito elogiado em avaliação recente do MEC. O curso de Pedagogia oferece 100 vagas anuais sendo 50 vagas no período diurno e 100 vagas no período noturno.

Est√°gio
As atividades de estágio no curso de Letras representam o momento privilegiado da vinculação entre a formação teórica e o início da vivência profissional. O estágio, como componente curricular desenvolvido ao longo do curso, é composto por um conjunto de atividades ligadas à formação profissional, inclusive as de natureza acadêmica (Trabalho de Conclusão de Curso). 

O est√°gio supervisionado, com carga hor√°ria exigida de 400 horas, tem um papel fundamental na forma√ß√£o do professor e oferece ao aluno oportunidades de ampliar e utilizar os conhecimentos e habilidades adquiridos no curso para responder √†s necessidades e aos desafios da realidade escolar. O Est√°gio Curricular Supervisionado dever√° ser realizado, ¬†obrigatoriamente, em escolas oficiais e, portanto, exige do aluno disponibilidade de tempo no hor√°rio de funcionamento dessas institui√ß√Ķes. Os alunos que exercem atividade docente regular na educa√ß√£o b√°sica poder√£o ter redu√ß√£o de carga hor√°ria do est√°gio curricular supervisionado em at√© 150 horas. ¬†

Mercado de Trabalho
O profissional formado em Letras pode atuar como professor no Ensino Fundamental e M√©dio, ou ainda em faculdades e universidades. Pode atuar na m√≠dia em geral, como revisor de textos em ag√™ncias de publicidade e editoras de livros; pode produzir materiais lingu√≠stico-liter√°rios, did√°ticos e paradid√°ticos. Pode trabalhar em escolas de idiomas ou como aut√īnomo, lecionando em grupos ou tendo alunos particulares, em casa, na empresa ou mesmo pela internet. Em s√≠ntese, o graduado pode criar habilidades para trabalhar com l√≠nguas, literatura e textos em geral, com a possibilidade, por isso, de operar em √°reas diversas. No caso do magist√©rio, com o crescimento do ensino m√©dio e do ensino superior privado, o mercado de trabalho vem absorvendo rapidamente os profissionais da √°rea. A disciplina de L√≠ngua Portuguesa √© a que possui, na Educa√ß√£o B√°sica, o maior n√ļmero de aulas.