FAAG - Faculdade de Agudos // GOOGLE ANALYTICS
NOTÍCIA
ACESSE TODAS AS NOTÍCIAS


FAAG comemora 16 anos de fundação dia 2 de fevereiro
Faculdade celebra aniversário com a abertura de dois novos cursos, Design e Arquitetura
31/01/2018





Ensino de excelência e incentivo a projetos acadêmicos e sociais sempre foram marcas da FAAG (Faculdade de Agudos), que chega aos 16 anos de fundação nesta sexta-feira, dia 2 de fevereiro. Atualmente, a instituição possui mais de mil alunos, contabilizando os cursos de ensino superior, pós-graduação, capacitação e o Colégio FAAG.
 
No continente africano, a Faculdade atua há quase 10 anos com pós-graduações e consultorias destinadas a vice-governadores e chefes de governo de Angola. Também recebe alunos angolanos e de outras regiões africanas para estudar no campus em Agudos. A instituição tem como mantenedores a socióloga Marcia Regina Vazzoler.
 
Em 2015, a instituição inaugurou sua primeira ampliação, um investimento de R$ 3 milhões. Hoje, são oferecidos os cursos superiores de Administração, Pedagogia, Pedagogia para Licenciados, Engenharia de Produção, Ciências Contábeis, RH, Logística, Letras, Análise de Sistemas e os recém-autorizados pelo MEC, Design e Arquitetura e Urbanismo.
 
Realização
O sonho de fundar um centro universitário para incentivar trabalhos de pesquisa e extensão levou a socióloga Marcia Regina Vazzoler a criar a FAAG, 16 anos atrás. No dia 2 de fevereiro de 2002, começavam as primeiras atividades, com cursos de Pedagogia, Administração e Turismo.
 
Inicialmente a sede ficava na rua Faustino Ribeiro, ao lado da Câmara Municipal de Agudos, no centro da cidade de Agudos. O imóvel era cedido pela prefeitura, já que o atual campus ainda estava em construção. Em janeiro de 2006 todas as instalações foram transferidas para o prédio onde a Faculdade funciona hoje, na avenida Vereador Delfino Têndolo, que margeia a rodovia Marechal Rondon.

Marcia, que tem mestrado em Sociologia Política e doutorado em Engenharia de Produção, decidiu investir em Agudos depois de constatar que o município tinha demanda de alunos para comportar uma faculdade.
 
“Assim que terminei o mestrado, decidi fundar uma faculdade com o objetivo principal de fomentar pesquisas e projetos. E Agudos me deu essa oportunidade. Crescemos e hoje já somos referência no ensino superior na região”, ressalta.
 
Já em 2008, a FAAG conseguiu o reconhecimento dos cursos de Pedagogia e Administração pelo MEC com nota máxima. Resultado que foi decisivo para a Faculdade garantir a autorização do Ministério da Educação para abrir, em 2009, mais uma graduação, a de Engenharia de Produção. “Nosso compromisso sempre foi com a qualidade do ensino. Evoluímos e estamos no atual patamar de referência em educação porque trabalhamos focados em uma formação de excelência e no respeito ao aluno”, acrescenta Marcia.
 
Prêmio nacional
A responsabilidade por uma educação de ponta foi reconhecida em 2008, quando a FAAG recebeu o “Prêmio Nacional de Excelência em Qualidade no Ensino”, do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Qualidade Gomes Pimentel. O título é dado para as 150 melhores instituições de ensino superior do Brasil com base nos resultados da avaliação do MEC durante o processo de reconhecimento dos cursos. Entre os aspectos analisados, o Instituto levou em consideração a filosofia educacional, a prática operacional, qualidade no ensino, respeito ao aluno e a responsabilidade social.
 
“Toda essa qualidade que oferecemos, hoje aprovada e reconhecida, abriu caminhos para novos projetos. Em 2007 implantamos os cursos de MBA e capacitação, depois o Colégio FAAG, criamos o Sistema de Ensino Ideias e uma série de outros projetos que tornam a FAAG um grande referencial em toda a região”, destaca André Cortucci, gerente administrativo da Faculdade e sócio-proprietário do Colégio FAAG. 

Assessoria de imprensa - Lucien Luiz