// GOOGLE ANALYTICS
PROJETOS SOCIAIS
CONHEÇA UM POUCO SOBRE NOSSOS PROJETOS SOCIAIS









A Faculdade de Agudos desenvolve diversos projetos de prestação de serviços à comunidade local e regional e programas de formação continuada para ampliar e sistematizar as iniciativas de caráter cultural e educacional para grupos e segmentos sociais específicos.

Dentre os Projetos Sociais desenvolvidos na FAAG podemos destacar:

Projeto Administrador Jr.
O projeto Administrador Jr. atende jovens em situa√ß√£o de risco social do munic√≠pio de Agudos. S√£o jovens com idade entre 15 e 18 anos pertencentes √†s fam√≠lias de baixa renda. O projeto tem como objetivo principal oferecer uma oportunidade de emprego atrav√©s da qualifica√ß√£o profissional, o um curso possui dura√ß√£o de 970 horas onde o jovem √© preparado para desempenhar fun√ß√Ķes administrativas.

Projeto Alfabetização e Inclusão
O PAI ‚Äď Programa da Alfabetiza√ß√£o e Inclus√£o √© um projeto da SEE - Secretaria do Estado da Educa√ß√£o do Governo de S√£o Paulo criado em 2003 que, em parceria com o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior do Estado de S√£o Paulo (SEMESP), pretende alfabetizar, 700 mil jovens e adultos, em cursos mantidos por institui√ß√Ķes de ensino superior em parceria com a Secretaria de Educa√ß√£o. A FAAG √© credenciada junto √† Secretaria de Educa√ß√£o como institui√ß√£o parceira para o desenvolvimento do Programa nos munic√≠pios de Agudos e regi√£o.

No ano de 2007, o SENAR - Servi√ßo Nacional de Aprendizagem Rural, em parceria com a FAAG, passou a oferecer o curso de Alfabetiza√ß√£o de Jovens e Adultos visando, al√©m de alfabetizar, possibilitar a leitura, a escrita, a compreens√£o do texto e do contexto e a realiza√ß√£o de opera√ß√Ķes matem√°ticas b√°sicas.  O SENAR foi criado em 1991, nos moldes do SENAI e SENAC. √Č uma Institui√ß√£o de direito privado, paraestatal, mantida pela classe patronal rural, vinculada √† Confedera√ß√£o da Agricultura e Pecu√°ria do Brasil - CNA. O objetivo do SENAR √© organizar, administrar e executar, em todo territ√≥rio nacional, a Forma√ß√£o Profissional Rural (FPR) e a Promo√ß√£o Social (PS) de jovens e adultos, homens e mulheres que exer√ßam atividades no meio rural. 

Projeto Brinquedoteca na FAAG
A Brinquedoteca √© um espa√ßo que visa estimular crian√ßas a brincar livremente, possibilitando o acesso a uma grande variedade de brinquedos, pondo em pr√°tica sua pr√≥pria criatividade e aprendendo a valorizar as atividades l√ļdicas. Al√©m dos brinquedos, a Brinquedoteca deve ser tocada pela expressividade da decora√ß√£o, porque a alegria, o afeto e a magia devem ser palp√°veis. Sendo um ambiente para estimular a criatividade, deve ser preparado de forma criativa, com espa√ßos que incentivem a brincadeira de ‚Äúfaz-de-conta‚ÄĚ, a dramatiza√ß√£o, a constru√ß√£o, a socializa√ß√£o e a vontade de inventar. √Č um lugar onde tudo convida a explorar, a sentir, a experimentar.

O projeto da Brinquedoteca desenvolvido na FAAG parte do princ√≠pio de que h√° a necessidade de estabelecer, entre o corpo docente/discente do curso de Pedagogia e a comunidade local, uma rela√ß√£o na qual surjam tanto oportunidades para incentivar o desenvolvimento infantil mais l√ļdico e adequado para crian√ßas entre 0 e 5 anos, que se encontram em situa√ß√£o de risco ou degrada√ß√£o f√≠sica ou moral, quanto a oportunidade concreta para que professores e alunos do curso de Pedagogia produzam conhecimento/reflex√£o sobre o papel e import√Ęncia do brincar para essa faixa et√°ria. Neste sentido o objetivo da Brinquedoteca da FAAG √© atender crian√ßas das creches e Educa√ß√£o Infantil pertencentes √† Rede Municipal de Ensino de Agudos/SP, oferecendo-lhes atividades l√ļdicas de qualidade tanto livres como planejadas, desenvolvidas por alunas do curso de Pedagogia, e fomentar atrav√©s de um grupo de extens√£o e pesquisa o aprimoramento acad√™mico profissional dos envolvidos no projeto.

Projeto Brinquedoteca no Presídio
O projeto Brinquedoteca no Pres√≠dio, tem como objetivo tornar as visitas das crian√ßas que possuem pais presos menos traum√°ticas, al√©m de proporcionar √† elas o aprendizado atrav√©s da brincadeira. O Projeto nasceu da preocupa√ß√£o do curso de Pedagogia da FAAG em estender seus servi√ßos √† comunidade local e regional, oferecendo seus conhecimentos te√≥rico-pr√°ticos para a supera√ß√£o de dificuldade espec√≠fica. Essa dificuldade √© em rela√ß√£o √†s crian√ßas que, por terem seus pais na condi√ß√£o de reeducandos, acompanham suas m√£es em dia de visita. Entretanto, pela natureza da visita √≠ntima, as crian√ßas ficam expostas a situa√ß√Ķes adversas, n√£o apropriadas para a inf√Ęncia, muitas vezes na companhia de outros detentos que n√£o receberam visita. Frente a essa situa√ß√£o, uma das alternativas que encontramos foi o desenvolvimento de um espa√ßo adequado √†s crian√ßas onde, al√©m de esperar, elas pudessem brincar, se divertir, aprender e se expressar minimizando o impacto de estarem dentro de uma penitenci√°ria. 

Projeto de Apoio Pedagógico Informatizado (PAPI)
O PAPI √© desenvolvido em parceria com a Diretoria de Promo√ß√£o Social do munic√≠pio de Agudos e com a Rede P√ļblica Municipal de Ensino e atende crian√ßas e adolescentes em situa√ß√£o de risco social. Estas crian√ßas e adolescentes frequentam o Projeto ‚ÄúCrescendo Juntos‚ÄĚ desenvolvido pela Diretoria de Promo√ß√£o Social, em hor√°rio oposto ao escolar formal. O objetivo principal do PAPI √© oferecer √†s crian√ßas de 7 a 14 anos de idade apoio pedag√≥gico e educacional utilizando como principal ferramenta a inform√°tica. A FAAG recebe estas crian√ßas em seu laborat√≥rio de inform√°tica diariamente, nos per√≠odos matutino e vespertino. As aulas s√£o ministradas por um professor respons√°vel e por alunos bolsistas dos cursos de administra√ß√£o e pedagogia da FAAG. S√£o oferecidos jogos pedag√≥gicos para que as crian√ßas aprendam matem√°tica, conhecimentos gerais, hist√≥ria e geografia, portugu√™s, entre outros, brincando. As crian√ßas se sentem motivadas a aprender diante do computador, equipamento este que muitos nunca haviam tido contato. Al√©m do apoio pedag√≥gico informatizado a FAAG oferece duas vezes por semana aulas de dan√ßa e de capoeira.

Projeto de Diagn√≥stico S√≥cio-Econ√īmico de Agudos
Este projeto tem como objetivo fazer um diagn√≥stico socioecon√īmico do munic√≠pio de Agudos, que contenha informa√ß√Ķes completas sobre Aspectos Demogr√°ficos, Caracteriza√ß√£o das Fam√≠lias, Condi√ß√Ķes Habitacionais, Situa√ß√£o Educacional, Inser√ß√£o no Mercado de Trabalho, Renda e Patrim√īnio Familiar, Acesso √† Servi√ßos de Sa√ļde, Portadores de Defici√™ncia, V√≠timas de Crime, entre outros, a fim de mapear as defici√™ncias e os pontos fracos do munic√≠pio e desta maneira desenvolver projetos sociais que supram estas defici√™ncias.

Projeto Família de Presidiários
O projeto tem como miss√£o intervir, atrav√©s de equipe interdisciplinar, em fam√≠lias em situa√ß√£o de risco social, visando resgatar a sa√ļde integral, auto-estima e cidadania, tendo como objetivo principal √† inclus√£o social. O projeto Fam√≠lia de Presidi√°rios se divide em duas fases. Na primeira fase ser√° feito um diagn√≥stico s√≥cio-econ√īmico das fam√≠lias de presidi√°rios, englobando 500 fam√≠lias da Comarca de Bauru, estimado 2.166 pessoas e na segunda fase do projeto, ap√≥s identificadas as condi√ß√Ķes de vida  das fam√≠lias, o n√ļmero de crian√ßas por idade, n√ļmeros de homens e mulheres por idade, renda, escolaridade, ser√£o desenvolvidos subprojetos capazes de criar condi√ß√Ķes para o desenvolvimento do cidad√£o, como por exemplo, Forma√ß√£o do Cidad√£o e Gera√ß√£o de Renda.

O p√ļblico alvo √© composto por 500 fam√≠lias em situa√ß√£o de risco social, que possuem filhos, pais, m√£es, irm√£os, esposas, esposos, companheiros presos no pres√≠dio da Comarca de Bauru. Estas fam√≠lias est√£o localizadas nos munic√≠pios de Bauru, Agudos, Arealva e Piratininga. De acordo com os question√°rios aplicados, o n√ļmero de pessoas a serem atendidas √© estimado em 2.166, sendo destas 54,3% composto por crian√ßas com at√© 11 anos de idade, 10,8% de adolescentes entre 12 anos e 16 anos de idade e 36,9% de adultos.

Projeto LIBRAS
O programa tem como objetivo principal oferecer suporte pedag√≥gico a estudantes surdos ou com defici√™ncia auditiva da rede p√ļblica do ensino, j√° que a maioria deles possui dificuldades de aprendizagem, pois as salas de aula das escolas p√ļblicas nem sempre est√£o preparadas para receb√™-los. √Č desenvolvido em parcerias com as Escolas P√ļblicas de Agudos e regi√£o, atrav√©s do trabalho de alunos e professores do curso de Pedagogia.

Projeto Lixo que não é lixo.
Cada habitante de uma cidade √© respons√°vel pela produ√ß√£o de aproximadamente 0,6 kg  de lixo por dia apenas em sua resid√™ncia. Ao lixo domiciliar, se somam ainda os res√≠duos gerados pelas ind√ļstrias, escrit√≥rios, lojas, hospitais, escolas e outros tipos de estabelecimentos, al√©m daqueles recolhidos pela varri√ß√£o das ruas. Como se sabe, os "lix√Ķes" s√£o terrenos baldios onde o lixo √© simplesmente amontoado sem receber qualquer esp√©cie de tratamento. Trata-se, sem d√ļvida, da pior forma de destina√ß√£o do lixo, na medida em que √© aquela que traz maiores danos para o meio ambiente. O lixo que √© depositado em c√©u aberto, sem tratamento, incentiva √†s pessoas a buscarem objetos e at√© mesmo a sua pr√≥pria subsist√™ncia. Ficando expostos √† contamina√ß√£o, pois os lix√Ķes, s√£o √°reas de extrema insalubridade. A coleta seletiva pressup√Ķe a separa√ß√£o dos materiais recicl√°veis-pap√©is, vidros, pl√°sticos e metais, o que traz benef√≠cios econ√īmicos, ecol√≥gicos, sociais, pol√≠ticos e pedag√≥gicos. Diante desta realidade, junto √† prefeitura municipal de Agudos, apresentamos  como proposta o Projeto Lixo que n√£o √© lixo, tendo como alvo inicial as escolas, como base futura de forma√ß√£o de consci√™ncia. Ressaltamos que o maior beneficiado neste projeto √© o meio-ambiente, que reverter√° em melhores condi√ß√Ķes de vida para todos n√≥s. No aspecto humano, estaremos diminuindo o grande ex√©rcito de reservas √† espera uma oportunidade de rendimento, e o projeto certamente ser√° uma fonte de renda. OBJETIVOS: Retirar as pessoas do local de lix√Ķes, criando condi√ß√Ķes para o aumento do or√ßamento domiciliar atrav√©s da implanta√ß√£o do projeto de reciclagem de lixo.

Projeto M√£os que Falam
Este projeto atende crian√ßas e adolescentes surdos e com defici√™ncia auditiva de Agudos e regi√£o. Tem como objetivo inclu√≠-los na sociedade e dar suporte pedag√≥gico, j√° que a maioria deles possui dificuldades de aprendizagem, pois as salas de aula das escolas p√ļblicas nem sempre est√£o preparadas para receb√™-los. Os encontros acontecem aos s√°bados e a cada semana as crian√ßas e adolescentes recebem aulas de artes como m√ļsica, dan√ßa, coral, teatro. Enquanto as crian√ßas desenvolvem suas atividades, os familiares recebem aulas de libras, para melhor se comunicarem com as crian√ßas, e desenvolvem artesanato que pode ser comercializado. Durante a semana as crian√ßas recebem apoio pedag√≥gico com programas especialmente desenvolvido para eles na sala de inform√°tica da FAAG.

Projeto Orçamento Participativo
Esta pesquisa tem como objetivo fazer uma an√°lise comparativa do n√≠vel de satisfa√ß√£o e envolvimento dos moradores de dois bairros perif√©ricos em dois munic√≠pios diferentes localizados no estado de S√£o Paulo, sendo que num deles, no munic√≠pio de Lins, a administra√ß√£o p√ļblica utiliza o or√ßamento participativo (OP), como uma ferramenta para a democracia direta, a fim de conceder aos cidad√£os maior acesso √†s informa√ß√Ķes, envolvendo-os no processo de tomada de decis√Ķes; enquanto que o outro, o munic√≠pio de Agudos, n√£o utiliza em sua administra√ß√£o o OP. Os bairros pesquisados possuem caracter√≠sticas semelhantes como n√ļmero de moradores, infra-estrutura, renda dos moradores, localiza√ß√£o no munic√≠pio, n√ļmeros de escolas e postos de sa√ļde, entre outras. Os munic√≠pios foram selecionados levando-se em considera√ß√£o se a administra√ß√£o p√ļblica utiliza ou n√£o o OP. Para realizar a pesquisa foi feita uma ampla revis√£o bibliogr√°fica sobre o tema, ser√£o aplicados question√°rios fechados e entrevistas abertas para posterior an√°lise e ser√° feito o acompanhamento das reuni√Ķes do OP no munic√≠pio de Lins, bem como o acompanhamento das reuni√Ķes da associa√ß√£o de bairros de Agudos. Desta maneira, pretende-se conhecer a realidade de vida dos moradores dos bairros pesquisados identificando a confiabilidade que essa popula√ß√£o apresenta em rela√ß√£o a seus governantes.