FAAG abre inscrições para Pós em Tradutor Intérprete e Docência em Libras

17 agosto 2020 | Notícias

Curso é destinado a professores e profissionais de áreas correlatas; aulas começam em setembro

O reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais proporcionou importantes avanços para a acessibilidade comunicativa dos surdos. No Brasil  já é obrigatória a presença de tradutores e intérpretes de Libras (Língua Brasileira de Sinais) em todos os órgãos públicos e privados, conforme assegura a Lei 5626/05. A demanda de contratação desses profissionais nas  escolas de ensino básico, fundamental e médio tem aumentado consideravelmente para garantir a inclusão da criança surda. Os tradutores são solicitados para atuar em diversas áreas profissionais, incluindo a jurídica, médica, política, eventos musicais, palestras, escolas, reuniões técnicas, igrejas e programas de televisão.

A Faculdade de Agudos está com inscrições abertas para a pós-graduação em Tradutor Intérprete e Docência em Libras, cujas aulas iniciam em 5 de setembro. O público-alvo são profissionais de quaisquer áreas de formação. A duração é de aproximadamente 18 meses com encontros on-line. Uma das exigências para fazer o curso é ter conhecimento básico de Libras.

A grade do curso aborda diversas áreas de atuação, aumentando as oportunidades de trabalho. Para atuar no contexto educacional são ministrados módulos que focam as disciplinas de matemática, língua portuguesa, geografia, história, literatura de clássicos infantis, textos informativos  etc. A música, a didática de ensino de Libras, abordagem e métodos do ensino da segunda língua e treinamento para a aplicabilidade de material didático completam a ampla chance no campo de atuação.

“A grade foi organizada para formar o futuro profissional em diversas áreas e em diferentes contextos, ampliando as oportunidades de atuação no mercado. Na nossa região não há tradutores com formação em número suficiente para atender a demanda”, ressalta a coordenadora do curso, Tânia Garrido, pedagoga, psicopedagoga clínica e institucional, especialista em alfabetização e letramento, tradutora intérprete de Libras e mestranda em docência para o ensino básico na Unesp.

Ao término do curso, os profissionais poderão atuar em instituições de educação básica, ensino infantil, fundamental, médio e superior, além de ministrar aulas de Libras no ensino superior ou cursos livres, atuar em equipes técnicas de secretarias de educação para a implantação de políticas educacionais públicas voltadas para a acessibilidade de surdos, mídia televisiva, contexto jurídico, clínico, empresarial serviços públicos e sociais, entre outros.

“Acreditamos que o novo perfil do futuro TILS frente à inclusão de surdos não deverá atender apenas a comunicação na língua de sinais, mas como apoio técnico colaborativo de acessibilidade que garante a prática no processo de ensino aprendizagem”, acrescenta Tânia. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3262-9400.



Compartilhe!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *